O dia em que fui surpreendida!

Poxa, to emocionada. Era sempre eu que fazia essas coisas, deixar bilhetinhos, fazer mini livros, surpreender…E agora, acabei de ser surpreendida! Devo admitir que é um sentimento ótimo, todo mundo deveria sentir! E é por isso também, que eu faço essas coisas. Sei o quanto uma pessoa se sente especial ao ser surpeendida por alguém.

Imagine só: estou eu lá no meu Twitter, follower vai, follower vem…Eis que um dia um cara começa a me seguir [vou chama-lo de Bartolomeu* pois ele prefere o anonimato]. Isso faz pouco tempo, menos de um mês ou sei lá. Eu retribuo o follow e vez ou outra trocamos replies.  Nada muito íntimo, não sabia nada sobre ele. Mas ele era simpático e eu o mantinha ali.

Hoje ele me mandou uma direct falando que queria ser meu amigo e perguntando onde era pra deixar o bilhete. Achei graça, claro, mas nem dei muita bola. Depois de algumas mensagens trocadas ele fala algo do tipo: “Estou indo até a placa torta deixar meu bilhete” e para de responder minhas outras mensagens. Eu fui ver meu seriado, jantar, whatever. Depois, quando voltei pro computador, vi uma mensagem dele dizendo que tinha deixado o bilhete ‘na floreira ao lado da placa torta’. Gente, COMO ASSIM? Pensei comigo mesma…Eu já tava toda de pijama, mas a curiosidade era muito maior.

Coloquei uma roupa rapidinho, desci de chinelão mesmo e depois de umas boas olhadas lá pra fora, pra ver se não tinha ninguém suspeito, eu saí do prédio e fui em direção a floreira. [o medo de ser sequestrada era grande mas a rua estava vazia e eu precisava ver se tinha ou não um bilhete!]

Queria até ter tirado foto do bilhetinho enrolado no ferro da floreira escrito “Srta. Biscoito” hahaha peguei ele rapidinho e voltei pro prédio. Só fui ler enquanto estava no elevador. Meu, que fofo! Não é que ele veio até a minha rua pra deixar o bilhete mesmo? E olha que ele nem mora perto heim! Cheguei em casa rindo e contei a história pra minha mãe que estava com um amigo dela [que inclusive diz que é fã do meu blog e adora ler meu twitter, beijos Cássio! hahaha] e eles acharam um máximo.

To até agora achando isso legal. Todo mundo deveria interagir assim sabia? Tem coisa mais simples que um papel e uma caneta pra fazer alguém sorrir? Hoje, enquanto tomava banho, tava pensando em como vou continuar minha história com o vizinho do prédio ao lado, meu amigo da placa torta. Ele já respondeu meu bilhete [inclusive o post ta vindo aí] e eu quero dar um rumo legal pra nossa história. O que o Bartolomeu* fez, tem tudo a ver com o que quero fazer com meu vizinho. Aguardem!

Ps. Bartolomeu*, adorei o que você fez! Só pelo pedido inusitado, você ganhou permissão exclusiva pra ser meu amigo. Hahahaha obrigada! Um beijão 😀

Anúncios

16 Comentários

Arquivado em Comportamento, Eu, Fatos da vida, Relacionamentos

16 Respostas para “O dia em que fui surpreendida!

  1. Nath Triveloni

    Rê, apesar de não nos falarmos muito, eu acompanho suas aventuras e acho tão mágica a doçura com que você encara a vida. Além disso, sempre atentei para uma característica que compartilho com vc: valorizar as pequenas coisas que são tão grandes para gente.

    Esta do bilhetinho eu achei linda!

    Beijos!

  2. O.O

    que máximo!
    surpresinhas deixam a vida tão tão leve. nhoin!

  3. Natha

    Ai menina que medo!
    hahahahahaha
    Pow eu vo fazer uma campanha de encher a sua placa de recadinhos para vc, 🙂 a placa ja viro sua mesmo!

  4. Oi,
    Como diz uma grande amiga minha: “Espíritos simpáticos atraem espíritos simpáticos”.

    Bjo

  5. Bela

    Que coisa mais gracinha!
    Agora vai chover bilhete na sua placa torta, cuidado hahahaha
    (que não fica muito longe da minha casa, percebi — inclusive, o ônibus que você pega passa num ponto aqui na frente! oh céus)

  6. “…eu quero dar um rumo legal pra nossa história.”

    Essa sua frase é muito inspiradora, sabia?

    Eu vivo falando que o ‘diretor’ tá sempre trocando o ‘roteirista’ da minha vida, e que nenhum deles acerta a mão no texto, na história…

    Talvez esteja mais do que na hora de cair a minha ficha: quem tem que escrever a minha história sou eu mesma! 🙂

    (como sempre, aguardando seus próximos capítulos…)

  7. Gih

    Aiin que Lindo *-*

    Rê, apesar de não nos falarmos muito, eu acompanho suas aventuras [2]
    ficaria meio desconfiada para ir buscar o bilhetinho mais achei tão fofo *-*

    beeijoo :*

  8. Ingridh

    A sua coragem de encarar a vida sem medo é inspiradora. 🙂

    Ansiosa pelas próximas histórias.

  9. Fantástico o texto e o trabalho que vc desenvolve nesse blog. Parabéns!

  10. Carla Ferrarezi

    Menina, li a msg q a Nathtriveloni deixou e compartilho da mesma opinião. Hj sou casada, tenho minha família linda e o legal de tudo é poder refrescar a memória e sentir novamente o friozinho na barriga q dá qdo a gente recebe/dá coisas tão teoricamente bobas, mas q fazem toda a diferença. Vc tem razão todos deviam interagir dessa maneira, é muito gostoso e gratificante. Acho q a vida é muito mais colorida qdo a gente enche de amor e gentileza, né! bj pra vc! Carla

  11. Adriana

    MORRI com a parte do ‘sequestro’ -tenho medo dessas coisas!
    Ai, que muito fofo *-*

    Continue assim, coisas boas sempre atraem coisas boas 🙂

    Beijocas!

  12. Olá, srta. Rebiscoito.
    Meu nome é Thiago, falo do RJ e queria lhe agredecer. Nem me lembro mais como, mas caí no seu blog quando estava procurando uma receita de brownie. Acho que foram as suas palavras, que deram um ar de total sinceridade ao seu depoimento do brownie, que me convenceram a tentar seu “rebisbrownie”.
    Só sei que ficou bom demais. 🙂
    O povo lá de casa adorou; queria ter tirado uma foto para lhe mostrar, mas nem deu tempo hahaha.
    Como não dá pra agradecer pessoalmente, fica aqui meu muitissimo obrigado! 😀

  13. Thiago,

    poxa, adorei seu comentário! Eu sou muito sincera mesmo, hahaha principalmente quando falo que não sei cozinhar nada. Talvez seja por isso que vc acreditou na minha receita 🙂
    Da próxima vez que fizer, tire foto e me mande! Eu vou adorar! Obrigada pelo feedback 😀

  14. oi, srta. rebiscoito, sim, acho que sou um dos muitos fãs seus que andou fazendo por aí. e por simples motivo de você ser simples e se emocionar pelas coisas simples da vida. essa é uma qualidade muito notável, pelo menos para mim.

    já conheço o blog há um tempo, mas sou meio tímido pra falar alguma. hoje, com esse post, tomei coragem pra deixar algum texto. não muito bom com palavras, mas eu acho mágico como podemos ver pessoas legais e conseguir admiração por elas, sem nem mesmo nunca ter visto.

    bom, se não se importa… vou continuar acompanhando.
    um beijo.

  15. Danilo,
    hahaha confesso que gelei quando li “Danilo” com medo que fosse meu vizinho da placa torta que tivesse achado meu blog, ufa! Hahaha Poxa, adorei seu comentário. Pra mim, ter essa sensibilidade de perceber as coisas, também é uma qualidade muito notável. Só o fato de você ver isso já te torna uma pessoa assim. Claro que eu ‘nao me importo’ se vc continuar acompanhando o blog, eu fiz ele pra isso po! hahaha e é mto legal saber que tenhos “fãs” meio anônimos pq assim como vc, tenho ctz que muita gente entra aqui e nem comenta.
    Obrigada, de verdade! E um beijao 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s