O Amigo da Placa Torta

Estava eu, linda e loira voltando da minha aula de teatro, quando chego na esquina do meu prédio e vejo que a placa, escrito Rua Cayowaá, está totalmente torta como se um carro tivesse batido nela. Eu, num ato totalmente falho, tento empurrá-la com o braço pra desentortá-la mas claro, com essa minha força de leão, não consegui nem que a placa se mexesse um tiquinho.

Quando vejo, tem um carinha vindo bem atrás de mim, e penso: “Ok, ele deve estar me achando uma idiota toda magrelinha, pensando que vou conseguir desentortar essa placa né?!” E como quando eu fico com vergonha eu falo, resolvi chegar pra ele e fazer uma piada pra quebrar o gelo e ser menos ridícula:

– Até parece que eu ia conseguir desentortar a placa com esse meu tamanho todo né?

Ele deu uma risada, aceitou bem a piada e eu completei: “Poxa, você que devia tentar desentortar, é bem mais fortinho do que eu…” (Falei isso pq ele tava de shorts e regata, como quem está voltando da academia e gosta de dar uma malhadinha). Daí, só pra não ficar aquela coisa de risadinha e fim, resolvi puxar um assunto perguntando se ele morava na rua Cayowaá mesmo e ele disse:

– Sim, moro aqui nesse prédio. (apontando pro prédio que estava bem na nossa frente)

– Ah…Legal..Em que andar você mora?

(tempinho pensando…) Moro no quinto…Não, não..No terceiro!

– Poxa, mas esse prédio tem tão poucos andares e você ainda tem que pensar? hahaha

– Hahaha pois é. E você?

– Eu moro nesse prédio aqui ao lado. (tem apenas uma casa separando o meu prédio e o dele)

– Ah..Achei que você também morava no meu. E qual é seu andar?

Daí começamos com esse papinho besta de falar o andar e pra onde dava a vista da nossa janela, se as nossas janelas se achavam e tal..Até que eu me toquei que tava engraçado e espontaneamente falei:

– Ai, olha esse nosso papo né? hahaha como a gente é simpático, engatamos uma conversa só por causa da placa torta…

Dai nós dois rimos e demos tchau, mas antes nos apresentamos. Disse a ele que me chamava Renata e ele disse que se chamava Danilo.

Assim que cheguei no meu apartamento, fui olhar na minha janela e realmente, não dava pra ver a janela dele pq tem uma parte lateral do prédio dele que fica bem na frente, maaas…Imaginei que da janela da minha mãe já desse pra ver.

Fui pro quarto da minha mãe, ascendi a luz, abri a janela e veio a surpresa!

Dava pra ver a janela dele. E, como se não bastasse, ele tava lá pendurado na janela tentando ver a minha! Tava pendurado mesmo, tentando saír da janela dele até que sua visão alcansasse a janela do meu quarto. Demos de cara um pro outro e eu falei:

– Hahahaha não acredito que você ta aí!

– Pois é, agora da pra gente conversar!

Eu dei muita risada e meio que fiquei com vergonha mas o engraçado foi que os dois, assim que botaram o pé em casa, foram se olhar na janela. Eu meio que dei boa noite rápido pq as pessoas do meu prédio poderiam ouvir a gente conversando e berrando, já que eram 23:30 da noite. Fora que tem meu vizinho vizinho bonitão que mora lá no 8º andar e dá pro mesmo lado que a gente…Pior é que agora to com mó vontade de ir lá bisbilhotar de novo!

Parece que eu tenho um fetiche por vizinhos né? hahaha Não é isso. O pior é que acho que ele nem faz meu estilo, nem achei ele bonito mas…Achei a história engraçada. Quem sabe um dia não deixo um bilhetinho pra ele lá na porta com o nome dele e ganho um novo amigo? Pois não trocamos e-mail, telefone nem nada e eu nunca tinha visto ele por aí. A única coisa que sei agora é que tem um cara simpático chamado Danilo aqui no prédio ao lado.

A questão é: como conhecer um cara assim do nada e ir atrás dele, mandar bilhetinho, sem fazer ele pensar que eu to dando mole? Afinal, todos os caras que a gente é legal de graça, acham que a gente ta dando em cima. Se fosse pra acontecer alguma coisa, só aconteceria depois da gente se conhecer se ele me fizesse gostar dele pq fisicamente ele não me surtiu nenhum efeito.

Oi, posso ser sua amiga de graça sem ter que te pegar? Obrigada 😉

Anúncios

27 Comentários

Arquivado em Comportamento, Cotidiano, Eu, Fatos da vida, Relacionamentos

27 Respostas para “O Amigo da Placa Torta

  1. Dan

    Aeeeee,novas histórias \o/

    Sem insunuar um papo de romance ou similar,mas como essas situações do cotidiano são tão mais interessantes que um enredo todo rebuscado e dramático!!!

    Acho super incrível tais momento! =]

  2. Ele já acha que você tá dando mole.

  3. Oi Rê,

    Vou te contar uma coisa, o roteirista que escreve sua vida é ótimo, deixa o meu no chinelo….rzz Adoro como você transforma situações banais em momentos mágicos.

    Daqui a pouco você não vai poder mais olhar na janela, em cada uma vai ser uma paquera diferente…hahaha

    bjo

  4. Adriana

    Rê, que demais isso.
    Quando vi que vc tinha postado fique até feliz 🙂

    Bonitinho ele, foi te procurar na janela depois.
    Mas será que ele vai pensar que isso é dar mole?
    HOMENS! hehehe

    Descobri que moro perto de você, ha.

  5. Nin

    concordo com o Rubens..o seu roteirista deixa o meu no chinelo.. hehehe..
    adorei o texto.. ms sim, homens são porcos e o mais provável é q ele pense q vc teja dando mto mole e quer mais coisas alem d pura amizade… infelizmente.

  6. Adriana,
    onde vc mora? hahaha
    a cayowaa é gigante né, tem gente que só de ouvir o nome da rua acha q mora perto mas na verdade mora longe pq ela começa perto do metro vila madá e vai até o west plaza quase hahaha

  7. ai essas suas histórias são o máximo!

  8. Sabe, não sei se é o mesmo que você, mas tenho uma curiosidade, uma vontade enorme de conhecer as pessoas. Mas conhece-las mesmo. Vejo algumas pessoas na rua e crio novelas em minha cabeça com elas, fantasio, ou penso como seria se eu as conhecesse. Que coisa, né? O negócio é: como abordar sem parecer ter segundas intenções? Vou descobrir ainda…

  9. Eita! ce mora na Rua Cayowaá! uma amigona mora aí, vou na casa dela no sábado. Oi, tem café aí?

    =)

  10. Ana Flores

    acho que ele tava dando mole… ele que tava pendurado, tentando desesperadamente ver voce na janela.. uma história tipo rapunzel ne?! Jogue as tranças!!!

  11. justdrics

    Ah, menina… é verdade!
    Moro logo depois do West Plaza, pra trás, sabe?
    Acho que não é tããããão perto, hehe.
    Mas essa região é tão boa, tudo é perto de tudo 🙂

  12. Ahh, é. Muito difícil mesmo. As pessoas nunca acreditam em amizades, simplesmente. Principalmente se ambas as partes estão solteiras! 🙂
    Agora, vocês são tipo MUITO SIMPÁTICOS! Nem a pau que paro para falar com alguém na rua! Putz, nem sabia que existia gente assim! É bom, pro caso de algum dia eu precisar de informação ou coisa assim!

    :**

  13. Um homem sempre pensa que a mulher tá dando mole. Sempre. A qlq sorrisinho.

  14. Kim Says

    É ele já acha que vc está dando mole, de qualquer forma, é um história linda, linda mesmo.

  15. Pingback: O guarda-chuva da sorte « ChocoChris e seus doces devaneios

  16. Não falei que você tinha me deuxado inspirada?

    Obrigada 🙂

  17. ChocoChris

    Ah, fiquei com vergonhazinha de falar com ele =/

    Mas tudo bem, afinal eu trabalho no cursinho onde ele estuda e num belo sábado, num simulado, eu vou estar super sexy entregando as provas e aí puxo assunto com um “boa sorte ;)” hahahaha

  18. aolsson1

    Xiiii!!!

    Essa história de relação de amizade entre homens e mulheres me parece que acaba dando em envolvimento amoroso.

    Salvo se a mulher for muito feia.

    E quanto à placa:
    Seria melhor ligar para algum órgão responsável para consertá-la.

    Alexandre Olsson
    http://conversaforax.wordpress.com

  19. Pingback: O dia em que fui surpreendida! « Loucuras da Mente de um Biscoito

  20. você ja assistiu “Não Amarás” ?

  21. Fernanda,

    não assisti eu acho. é filme? de quem? pq? 🙂

  22. Sensacional a sua história e a forma como você abre seu coração na última frase do post

  23. Gaab

    nossa,você mora do lado da minha casa ! haha,que legal conhecer alguem na net de tão perto ! adorei o seu blog ! (:

  24. Gaab,
    mó galera vem me falar que mora perto de mim. Poxa, quero amigos aqui perto pra poder saír sem ser pra muito longe de casa! hahah

  25. Olá Re!!

    Tava em dívida com vc né?! Ontem passei o dia lendo e me divertindo com suas histórias a ponto de que hoje tenho um blog tbm rs.
    Assim como vc, tbm tenho esse fascínio por pessoas! Da forma mais simples e pura. Mas vc é ainda mais intensa que eu! Estaile!!! Assim tenho em quem me espelhar! 😉

    Cuide-se,
    Beijão!
    “O mais novo blogueiro do pedaço” rs
    Cadu

  26. Pingback: O dia em que fui surpreendida! — Biscoitices

  27. Pingback: A Placa Continua Torta… — Biscoitices

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s