Flerte no Elevador

[…Droga, tem gente no elevador, vou ter que desligar o mp3 para não ficar chato. Opa…ta demorando, deve ser o cara do 8º andar que eu encontro de vez em quando indo trabalhar de manhã. Oba!]

– Bom dia =]
– Oi…Bom dia!

…silêncio. São apenas 3 andares e chega rápído. Ele segura a porta pra mim, eu agradeço e cada um sai com pressa para ir pro trabalho. Na verdade, isso já aconteceu bastante de manhã, afinal, moramos no mesmo prédio.
De vez em quando, até fico esperando ele passar com o carro ao meu lado na rua enquanto ando até o ponto de ônibus…Ele é tão educado, que não me surpreenderia se me oferecesse uma carona pra onde quer que eu fosse. Mas ok, é de manhã, nunca estamos tão sociáveis e sempre estamos atrasados.

Eu pego o ônibus, vou trabalhar como sempre…E o dia passa.

Volto para a casa,  e entrando no elevador, eu escuto o portão do prédio abrindo. Eu paro a porta do elevador e olho para ver se alguém está entrando para poder esperar a pessoa e ela subir comigo. Opa! É ele! Ele de novo, o bonitão do 8º andar! Está lindo, como estava de manhã, todo vestido de social voltando do trabalho. Desligo meu mp3 e espero ele chegar ao elevador. Ele entra, e com um grande sorriso diz:

– Obrigado!
– Magina…Nos encontramos na ida e agora na volta né?
– Pois é…!!!
– Essa vida de trabalhador…
– É…hehehe…Onde você trabalha?
– Eu trabalho num lugar chamado…Ops! Eu apertei meu andar?

[eu olho pros botões, aperto o 3 mas é tarde demais…o elevador estava exatamente passando pelor meu andar. Daí ele diz:]

– Por pouco heim…
– É….hahaha Mas então, eu trabalho num lugar chamado Origami, faço cartões tridimensionais que quando você abre, salta o desenho..sabe?
– Sei sim, poxa! Que legal! Mas na parte de criação?
– É…Sou designer, e me formo esse ano na facul também..Mas e você, trabalha onde?
– Eu trabalho em banco… [ele diz isso dando um sorrisinho meio sarcástico]
– Poooooooxa…Que legal heim? …ok, mentira. Não é legal não! Hahaha

Nós 2 rimos, simpaticamente e enquanto isso a porta abre, pois chegamos no 8º e último andar.

– Bom, então tchau…
–  Tchau! =]

[dava pra perceber que ambos não queriam parar a conversa, mas também não fariam nada para impedir o fim]

E enquanto o elevador desce de volta ao 3º andar, eu penso: Poxa…Bem que meu prédio poderia ir até o andar 40 né? E ele poderia morar lá. A gente conversaria mais, sorriria mais, flertaria mais…Daria até tempo de fazer um convite para uma cervejinha algum dia, porque não?!

Engraçado é pensar isso com ‘ele’. Moro nesse prédio há anos, e ele também. É bem mais velho que eu, deve ter lá seus 30 e poucos anos, e um dia já chegou até a comentar comigo que eu tinha crescido, que ele se lembrava de mim bem mais nova [isso é meio brochante, mas eu tb mal reparava nele na época]. E agora, ele é aquele cara bem bonitão, maduro porém cultivado, gosta de saír pra correr, é super educado e simpático, vai trabalhar de terno e gravata [se tem algo no mundo que me instiga, é homem de terno e gravata] e me da a maior mole. Ah! E é solteiro, o que é super importante! Nunca o vi com mulher nenhuma, e mora com os pais. Tá ótimo pra uma aventura assim, sem compromisso hãn? Mesmo prédio, horários compatíveis…Mas ok, sonhar é bom. Até o próximo encontro no elevador :]

Fim.

Anúncios

25 Comentários

Arquivado em Comportamento, Cotidiano, Eu, Relacionamentos

25 Respostas para “Flerte no Elevador

  1. ps. e essa foto que eu achei jogando ‘elevador’no google? O cara apertando justamente o 8º andar e o 3º andar tem uma estrela [?] Coinscidência? Destino? Medo! hahaha

  2. é tão curioso q vc se interesse por homens de terno, algo tããããão conservador.

  3. eh, esse parece ser mais promissor doq o do onibus!!!

  4. poxa, mas eu não tenho interesse no do ônibus! pq todo mundo insiste em achar isso? =[

  5. Gui

    Nossa realmente incrivel vc ter achado essa foto assim tão tudo a ver com o que aconteceu!
    valew pleo comente la no meu blog… fui eu quem escreveu sim rere! bjus amour!

  6. Ei, Rebiscoito!
    Não sei se te conheço não, por aqui fica dificinho de saber! 😛
    Lgal seu comentário lá no post, mas queria dar uma olhadinha no tal post inspirado no meu! Passa o link, passa?
    Ah, olha aí quem sou eu, pra vc ver se nos conhecemos mesmo ou ainda vamos nos conhecer! 🙂
    http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=13812773730257692021
    Beijos Douguianos

  7. huummmm…nao acho que um cara de 30 anos que mora com os pais seja lá muito atraente…mas essa sou eu. rs. bom blog!

    beijos

  8. Ju,
    eu tb não veria nada de atraente em caras de 30 anos que moram com os pais. Mas esse é diferente! Ele é bonitão, tem espírito jovem…Esses dias tava conversando com a minha mãe, [q tb acha ele bonitão] e eu disse pra ela que achava que ele deveria ter algum defeito mto sério do tipo: ser ciumento paranóico ou workaholic e por isso não arranjar nenhuma mulher pra casar ou morar junto com ele. Mas prefiro não pensar nos defeitos, e ficar só nessa superficialidade da beleza, dos flertes e das coisas boas da vida! =D afinal, não quero casar com ele mesmo…

  9. hahahahaha
    concordo que, as vezes, é melhor imaginar do que saber. rs

    e outra, casar pra que, né?
    rs

    beijinhos, e bom que gostou do meu dia ruim!

  10. Me identifico com este momento: [dava pra perceber que ambos não queriam parar a conversa, mas também não fariam nada para impedir o fim]
    Mas também é muito comum: [Um não para de fitar os olhos do outro mas sabem que já vão descer do metro/bus e não adianta puxar papo]

    Rebiscoito e suas histórias de passagem 😉

  11. ai, é uma tensão (não deixe de ler o N da palavra!) morar em prédio com homem bontio! Vc sai de cabelo pra cima, chinelo, roupa de casa pra pegar correspondência e quem encontra? pois é…
    beijo!

  12. hahahahaha pior é que é verdade Tici! Você ta lá de pijama e pantufas mas tem que descer pra pegar algo. Claro, é rapidinho, 2 minutos ninguém vai ver! …quando vc entra no elevador, COM CERTEZA é ele quem vai estar lá! hahahahhahah

  13. Ju

    Costumo ler aqiu e não comentar ..mas hj foi necessário…
    Há…por essa e outras que eu adoro um elevador…
    Corrente de fé Renata…um dia ele enguiça

  14. Pingback: Gosto de pessoas que acordam de bom humor « Loucuras da Mente de um Biscoito

  15. “E é solteiro, o que é super importante! Nunca o vi com mulher nenhuma, e mora com os pais”

    Tinha um desses no prédio onde eu morava e minha mãe e eu vivíamos comentando do homem de roupa de ginástica no fim da tarde. Ele era gay, não rolava flerte algum. Era um cara bem garboso e cortês. Fazia bem aos olhos e o caminho até a portaria ficava mais colorido.

  16. Sabe…eu já imaginei que o único “defeito” dele possa ser esse: ele ser gay! hahaha mas isso eu não sei, ele não demonstra e se for é daqueles que não são afeminados. Bom, espero que ele não seja né menina? hahaha

  17. Pingback: Flerte no Elevador [Parte 2] « Loucuras da Mente de um Biscoito

  18. Só agora li esse… e meu.. STALKER!!!! AHAHHAHAHA

  19. Ok, vamos fazer o seguinte? Vc publica a foto dele, por favor? Ou pode simplesmente passá-la para o meu e-mail.

  20. Mariiiiina! hahah acredita que nao tenho nenhuma foto dele?
    nem com ele nem nada. preciso arranjar! hahah

  21. Pingback: Mais um final feliz! [Beijo na Faria Lima] « Loucuras da Mente de um Biscoito

  22. Esse do elevador é certamente o mais agradável ‘aparentemente’ do que o do ônibus. HAHA’

  23. Pingback: Gosto de pessoas que acordam de bom humor — Biscoitices

  24. Pingback: Flerte no Elevador [Parte 2] — Biscoitices

  25. Pingback: Mais um final feliz! [Beijo na Faria Lima] — Biscoitices

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s