Querido Diário…

Estou aqui abrindo meu coração para você. Não você diário e sim, você leitor. Resolvi abrir páginas do livro da minha vida (como se eu já não tivesse aberto o bastante) só que dessa vez, meio que literalmente.

Mexendo numas caixas de tranqueiras que guardamos sei-lá-pra-que, achei uma preciosidade! O meu 1º diário. Fiquei fascinada com a minha capacidade de escrever tão bem! (Vocês vão ver como eu escrevia mal assim que lerem as pagininhas que escaneei, hahaha.) Mas o que realmente me impressionou, foi perceber que, desde pequena, eu já era de me apaixonar.

Se hoje minha vida é movida pelo amor – entre outras coisas – já naquela épocazinha era a mesma história. A cada dia que eu escrevia no meu diário, eu gostava de um menino diferente. E era tudo muito intenso, eu usava termos do tipo “amor”, “para sempre” e etc. Hoje em dia, confesso que me adaptei as mudanças. Usar termos intensos faz qualquer cara saír correndo pra bem longe de mim. O que é uma merda, pq às vezes eu gosto de ser exagerada pra afirmar uma idéia e sem querer acabo soltando as palavras erradas e…Fica impossível explicar para alguém que não me conhece tanto, que eu estava brincandinho. Mas enfim, isso não vem ao caso agora. Vamos ao que interessa, as pagininhas do meu primeiro diário ♥

(Clique na imagem para vê-la maior)

Página 1

Nesta primeira página, como podemos ver, já começo com uma frase peculiar: “Querido diário. Eu tenho muitos namorador, mas oque eu gosto mesmo é o Renam.” Sim, eu deveria mesmo ter muitos namorados. Mas sempre tinha um preferido. Daí, aleatoriamente, comento sobre minha vontade de ter um “puldol” e cito um poema, muito profundo e romântico. Eu realmente tinha o dom pra arte de amar, vocês não acham?Página 2

Me lembro bem desse tal de “Logulo”. Logulo era o sobrenome, e eu realmente batia nele. Tinha uma lancheirinha e vivia dando na cabeça do coitado. Engraçado essa maneira de criança mostrar que gosta né? Sempre que um menininho gosta da menininha, ele faz coisas nojentas ou fica enchendo o saco da coitadinha. E meninas também, batem, fingem que odeiam…É uma filosofia reversa e inexplicável. Depois do Logulo, mais uma aleatoriedade sobre meu dente mole e…Volto no assunto mais interessante, os namorados. Poxa, já na 2ª vez que escrevo no diário, tenho 3 meninos diferentes contidos nele, e lido com essa dúvida cruel sobre quem eu gosto de verdade. Humm, alguns dias depois eu volto, dizendo a data (para mostrar que passou um tempo preu pensar) e…Decidido: gosto mesmo é do Renan, não do Rafael. Atenção pra fase ótima “Os dois são chatos mais gosto deles dois poriço”

Página 3

Intensidade, muito amor e certeza das coisas na vida. “Renan vai estar sempre no meu coração” Logo em seguida, deve ter passado um tempo (pq coloquei outra data) voltei com muita revolta em meu coraçãozinho: “Chega de ficar com a boca no chão! Levando no fora chega! = Renan! Aquele bobão! Ele ama a Carolina.” ….Esses homens. Me decepcionando desde que eu tinha 8 anos! Partir corações indefesos de meninas apaixonadas é uma arte que os homens vem praticando desde que nascem! Ainda bem que quando eu era pequena, o meu “pra sempre” era relativo à “semana que vem” e eu conseguia me curar rápido: “…ele ama a Carolina. deixa eu já tenho outro” olha só que simples eram as coisas né? Daí do Renan fui  pro Murilo, depois pro Felipe e pro Ricardo…

Página 4

Quando eu escrevo que meu “namorado” é o Ricardo, é claro que não é. Sabe a música do Seu Jorge que diz: “To namorando aquela mina, mas não sei se la me namora…”? Era bem isso. Ricardo era meu paquerinha, eu chamava de namorado mas ele nem sonhava em saber que eu gostava dele. Também, era bom que nem soubesse, já que na página seguinte, eu gostava de outro, chamado Gastão (?). Atenção para meus dons artísticos, que desde pequena eram bem notáveis.

Página 5

Resolvi pular algumas páginas, se não vocês perderiam a paciência comigo e meus milhões de homens meninos. Cheguei ao ano de 1996, quando eu gostava de um menino chamado Victor, que me fez escrever seu nome 252 vezes no meu diário (isso pra mim era quase que infinito!). Peguei essa página justamente para mostrar como eu evoluí na medida em que o tempo passou. Esse Victor foi uma grande vitória. Consegui gostar dele durante 1 ano inteiro! Pra quem mudava de amor a cada página do diário, gostar de 1 garoto só o ano inteiro era um record né? Pra mim isso significava muito. Eu realmente achava que Victor era “O Homem da Minha Vida”. Forte né? Intenso. Achar “O Homem da Sua Vida” com apenas 10 anos é uma sorte muito grande. Hahahah!

Bom, para finalizar o post, vou colocar esse vídeo que tem tudo a ver com o tema. É um vídeo que ganhou Cannes em 2008 e me fez lembrar muito dessa minha época do diário.



About these ads

68 Comentários

Arquivado em Comportamento, Eu, Querido Diário, Relacionamentos, Vídeo

68 Respostas para “Querido Diário…

  1. daniarrais

    amei! mostra mais! =)

  2. mariana_g

    ai, que fofinho! hahahaha…amei sua relação doidja com os meninos desde sempre. e o fato de escrever num diário desde pequenina? muito fofo!!! eu só fui escrever na adolescência, quando só pensava em sexo. meus diários me deixam muito sem graça. =P

  3. ahahah não deve ter mudado mto, hoje em dia!! Mto bom achar memórias .. tenho mania de guardar tudo, até nota de mercado … Tenta achar esses 300 amigos que vc gostou e mostra à eles isso! =)

  4. Diego,
    hahahahaha
    eu tenho contato com a maioria deles!
    Pelo menos com o primeiro, que é o Renan, o Rafael também…
    Acabei de mandar o link do blog pra eles, já tinha avisado que tinha uma surpresa! hahaha
    Pena que não tenho contato com toooooodos…

  5. Nossa, me deu uma vontade de pegar meus diários antigos e dar uma relida.. Vou procurar.. Se achar algo digno de risada e compartilhamento, te aviso.. rs.

  6. Meudeus, eu quero ler todas as 26 vezes que você cita o nome do victor e mais! hahaha
    Adorei a intensidade das páginas. Eu sentia tipos assim também, mas eu preferia contar pro meu irmão.

    Eu deveria ter escrito um diário também.

  7. Rê, isso é bom demais. e incrivelmente ligado à tudo que a gente conhece de você por orkut/flickr/twitter/blog enfim, à web-persona rebiscoito. tá tudo aí: mini-livros, mega-amores instantâneos, relações, moleskine, arte, design e poesia. me impressionou porque parece uma origem coerente demais, não sei se eu encontraria nas minhas brincadeiras de criança tanta relação com o que faço hoje.
    “Eu decidi (…) Sabe quem?” – esse suspense é muito engraçado.
    a não-linearidade de “muitos namorador” – “puldol” – poesia pro namorado / paixão – dente mole – paixão.
    “Hoje é dia 7 de outubro de 1996. Hoje é dia 25 de novembro de 1.996.” você pegou o diário só pra escrever a data? hahah
    e tantas outras coisas! ri litros

  8. Céus, eu devo ter tido uns mil diários, mas perdi todos. Droga, queria queimá-los. hahahaha

  9. Bia

    HAHAHAHAHA
    MORRI!
    Nunca tive diário assim, teve uma vez que me apaixonei pela vizinha e desenhei um coração com um rabisco mostrando eu e ela de mãos dadas.
    Ai minha mãe achou e falou que eu ia virar jacaré! hahahahahahaha

    Muito bom!

  10. Rafael - o chato

    Que dureza.
    Desde aqueles tempos eu não era o escolhido!
    hahahahaha
    Re, demais ler isso.
    beijos

  11. 4allmagazine

    Olha…eu me peguie viajando no seu diário.Eu fazia exatemten como você!! A parte do Renan então,me via exatamente naquela situação!!

    Parabéns seu blog é tudo de bom!!

    Atenciosamente…Fabíola Silvério( 4all_magazine).

  12. Nossa, mto bom.

    Em julho eu tbém fiz uma limpeza nas minhas bagunças e encontrei cada coisa… tbém tive um diário, mas o meu é mto triste, só escrevia as coisas q me faziam sofrer e chorar, normalmente brigas com a minha irmã e o desejo de ser amado pelos outros. Bem dramático…rzz

    E não gosto de lembrar de minhas paixonites da infância, quem eu gostava nem dava bola pra mim e quem gostava de mim eu não dava moral…hehe

    Se bem que… não mudou mto dessa época p/ hj… ôh vida…rzz

    bjoooo

  13. Faltou uma foto sua daquela época pra gente ver a sua carinha de menininha apaixonada ;)

  14. kkkkk. muito engraçado o jeito que você escrevia! gostei ;D

  15. Debora

    Poxa, q lindo lindo lindo!!!!
    Adoro os seus posts :D

  16. damariveiga

    rs
    aaaaa eu tb tinhaa…tá guardado por aquii
    rs
    apesar da inconstâncias sentimentais da infância o carinho de criança é tão simples e puro, né? coisa muito difícil de se ver…

  17. Hahauhauhauhauh que figura biscoita!!!

  18. Pingback: Os Posts mais Quentes de Hoje « Téo

  19. QUE LEGAL!!!
    Eu morri de invejinha de não saber onde estão os meus diários…como eu tinha vergonha de que lessem, eu inventei um código. Sei de cor até hoje!!

  20. incrível!
    engraçado que a gente muda, a redação melhora (?), o tempo passa e as questões importantes continuam as mesmas… :S

    vc mandou pra eles, mas eles ja viram?

    e que filme genial esse do tan hong ming.

  21. hauauhauahuahuahuahauhauhau muito bom! :)

  22. a parte em que vc bate no garotinho é a melhor HAHAHHAHAHAHAHAHAHA ri baldes. e eu tbm tinha a mesma compulsão qnd criança. é engraçado como tudo parece simples e eterno qnd se é nova.
    ah, e claro, qnd eu era criança meu sonho tbm era ter um “pudol” HAHAHAHHAHAA

    seu blog é simplesmente sensacional. se eu fosse de sp eu tbm ia te deixar bilhetinho na placa torta. o.o

  23. Tat

    PER-FEI-TO!!!

    Eu tenho diário desde a mais tenra idade e lendo as páginas que vc postou eu me lembrei das minhas “super-confições”.

    Gostei tanto que me deu vontade de vasculhar minhas coisas e reler tudo (sim, eu ainda guardo meus diários – na realidade eu ainda escrevo em diários)

    Té+

  24. Lucila (mãe da Rebiscoito)

    Filha linda, sua criatividade é genial!!! Mas esse mal de paixonite, acho que infelizmente puxou de mim… Eu também sempre fiz diários, até hoje ainda escrevo coisas que me são importantes nas agendas, e como toda mulher, guardo todas…. hehehe Sou muito feliz por ter você e o Caio como filhos, vocês são os orgulhos de minha vida! (Pelo menos em alguma coisa eu acertei…) Pois homens…. errei em todas…. hahaha.

  25. hahahah mto bom
    coitado dos garotos, vc era mto agressiva manoo hahahahaha

    bjs

  26. Pingback: Top Posts « WordPress.com

  27. paulamacedocesar

    Ah! Que amor! :D Eu tinha um diário também (lógico, né?! Todas as meninas tinham nessa época), mas, cara, não tenho noção do que fiz com ele. hehe
    E é muito engraçado essa coisa que a gente tem quando é criança de gravar até o sobrenome do menino! E você costuma lembrar só do sobrenome e não da cara dele. heuheuh
    Mas enfim… cara, eu ia vir aqui comentar uma coisa (independente do post): eu me cadastrei num site que achei sua cara. Postcrossing, você conhece?! Muito legal! hehe
    Enfim, é isso.
    Paula, a que decidiu comentar sempre. hihi

  28. Hahaha gostei da sua análise de menininhos zoam, e menininhas fingem que não gostam… seria alguma espécie de influencia da Turma da Mônica aí?? cê sabe que no Turma da Mônica jovem eles ficam juntos né? pois é. ;-)

  29. paulamacedocesar,
    eba, vc de novo! hahaha meu amigo comentou sobre isso, que qdo a gente é criança sempre tem o “Fernando Matos”, “Bruno de Souza” e etc…A gente sempre gravava o nome dos amiguinhos pelo sobrenome hhahahaha
    Eu não conhecia esse Postcrossing não, procurei no Google e me parece uma idéia GENIAL!
    Preciso navegar mais e conhecer melhor mas..Será que realmente da certo? Se sim, esse site é incrível cara! =D

  30. Que lindinho! E eu toda boba pq achei minhas agendas adolescentes esta semana…

  31. Ni

    Oi Re,
    Meo, eu tb fazia isso, de escrever as coisas, só q não em diarios, mas sim qd eu estava triste ou confusa, (naquele tempo eu tinha um namoradinho, q eu pai odiava, ai sempre rolava mta briga), enfim, me lembro vagamente na escolinha q eu amana um menininho, mas tive q dançar com um japonezinho, mas eu num gostava dele,pq ele tinha o nariz meio grande e eu via os pelinhos do nariz !! aiaaiaa vê se pode ! hahahha
    Adorei o pots !!
    Bjkas Re.

  32. ahhhh, que meigo, gente!

    é engraçado quando a gente começa a remexer nas coisas que fica guardado no porão de casa, nos cadernos do colégio, nos diários antigos, e logo nos trás o quanto a vida era boa e gostosa naquela ocasião.
    não havia tanta chatices contemporâneas.

    também tenho diários da época em que eu era piralho. medo daquilo, renata do céu. =xx

    quem sabe um dia eu imite a sua ideia. rss…

    esses dias minha mãe me mostrou umas anotações num caderno dela que eu fazia dos meus amigos do colégio. tava lendo e ví o quanto eu odiava fazer aula de educação física. uhauaa.

    beijos, rê.
    adorei o post.
    fabiano. =*

  33. paulamacedocesar

    ai, olha só: eu me cadastrei semana passada. daí, quando você começa, pode mandar até 5 postais, até que alguém te mande um também. É meio viciante e eu já mandei 4. mas, como demora de 14 a 20 dias pra chegar (porque eu escolhi o pacote econômico dos correios, hehe – que é 1 real!), ainda vai demorar um pouco pra eu poder receber (porque você só pode receber quando a pessoa pra quem você mandou cadastrar lá no site que, de fato, recebeu o postal). Então, não dá pra eu te dizer se dá certo ou não. ehuheuhe Só sei que eu achei o máximo, ainda mais porque nunca tinha mandado um postal na vida. :D

  34. Oie!
    Achei seu blog meio sem querer e adorei!
    Principalmente esse post, super me idetifiquei com ele, já que na minha mais tenra idade, eu tinha essas paixonites torrenciais, intensas!
    Na verdade continuo me apaixonando como sempre, mas não intensamente como antes…
    Beijos pra você e parabéns pelo blog!^^

  35. Mari

    Eu tinha um diarinho desse igual ao teu! hahaha

  36. Putz, em 95 eu tava terminando o colegial. hahahaha

  37. petemartins

    PQPPPP SENSACIONAL!!! Ah muito tempo não via algo que me deixasse tão “empolgado” rs Gostei muito seu biscoitão!!! =D

  38. Gil

    Omg, que post ótimo =D
    Eu tinha a mesma mania de bater nos meninos quando gostava deles. só que preferia usar o pé ou bichinhos de pelúcia, não era tão radical a ponto de usar lancheira.

    Me identifiquei bastante, tirando o fato de que gostava de um menininho por ano, e não por semana.

  39. Anna

    hahahahahahaha, ADOREI, hahahahha.

    O meu era igualzinho….

    Oje, hahahaha

    Beijinhoss Rebisss

  40. Tirando os errinhos de português que sempre rolam quando a gente é criança, acho que você até tinha muito estilo na escrita pra pouca idade.
    Meu diário devia ser uma tristeza, nunca fui de apaixonar.

    P.S.: comecei a filmar o curta, mas não passou muito das primeiras cenas. Meus amigos que estavam sendo atores acabaram me deixando na mão, um negoção.

  41. Thais Mitie

    AH! Adorei!
    Sempre tive um diário… Quer dizer, sempre TENTEI e QUIS manter um diário. HUAHUAHAU Mas nem sempre escrevia e assim eu ia o esquecendo.
    Agora voltei com essas, mas não com o intuito de ser um diário, mas um caderninho de “desabafos”, idéias, vontades, desejos, gritos…
    Quero quando ficar mais velha, resgatá-lo e ler tudo o que escrevia hoje (tenho 14 anos), que será então, passado.
    Também vou fazer minha filha (ou meu filho) ter um, adoooooro! HUHAUHUAHUA

    Adorei esse post… Nossa, nossa, nossa *-*

  42. Bianca

    Adorei…
    So me lembrei do meu primeiro diario,as coisas malucas que eu escrevia nele,os varios erros e confusões.Eu escrevia coisas desse tipo,meninos,escola,praticamente a vida!!Atualmente eu tambem tenho varios “caderninhos de desabafos” (um melhor que o outro,nem sei em qual escrever) e provavelmente terei outros… -^-^-

  43. Jéssica

    nossa, fazia a mesma coisa. Adorei a maneira como você escreve, e os errinhos de português nos diários AHAHAHA eu ri muitoo. Fazia a mesma coisa, com o tempo melhorei porque minha mãe corrigia as cartinhas que eu escrevia pra ela em todas as datas.
    Muito bom seu Post, Parabéns

  44. bem original.
    claro se a luiza adnet não tivesse feito isso antes.

  45. Fernando,
    sabe que um amigo meu me falou dessa Luiza Adnet e eu nem conhecia? Achei um máximo quando ele me mandou o link do blog dela [ou tumblr nao lembro] falando dos diarios dela! Nem foi cópia pq ainda nao tinha visto, mas mesmo se tivesse não desistiria da idéia! Não podia deixar de compartilhar meu diário com o povo do blog, assim que achei foi a primeira coisa que pensei em fazer!

  46. clarissa

    Cara não podia não comentar nesse seu post, ri mto de vc e de mim, que escrevia as mesmas coisas, acho q eu não era tão intensa assim, gostava de um garoto por um tempo bom depois muadav…rsrs’

    Adorei o post, nostagico! fez minha madrugada feliz!

  47. muito lega o seu diario eu amei eu queria muito escreve um diario assim e eu tambem amei as proesias

  48. Amei!

    Também tinha um diário neste estilo… Com pérolas do tipo: “Querido diário, estou gostando de quatro meninos agora…”. Hahahaha. Depois evoluí (?) e sofri por amor por mais de um ano por um menino. Ohnnn…

    Aí, conheci meu melhor amigo lá pelos meus quinze anos e, com dezoito, conheci um grande amigo do meu melhor amigo (confuso, eu sei). Sim, era ele, o antigo amor da minha vida!

    Ficamos super amigos (a ponto de eu contar que era eu que, em 1999, ligava todo dia às 13h:15min na casa dele e gritava para quem atendesse: “Danilo, te amo!”).

    Pois é. O diário virou sonho de consumo do meu melhor amigo. E, no ano passado, com muita vergonha, embrulhei o dito cujo e dei a ele. Foi estranho, pois continha frases que diziam, do alto dos meus nove anos de idade: “Sabe, às vezes eu penso como seria bom ter um namorado…”.

    Enfim: adorei seu blog.

    Um beijo…

  49. Isabella,
    hahaha eu ADOREI sua história. Queria muito ler o diário de meninas como você. Hahaha como assim liga na casa do menino e grita danilo, te amo? Gente, hahahaha dei muita risada! Isso eu não teria coragem de fazer naquela época!
    Beijão

  50. Isso porque vc não sabe que eu escrevi algo do tipo no diário: “Eu ligo todo dia pro Danilo e desligo, sabe, eu não queria ser chamada de troteadora, mas sou uma (assim, em caps) TROTEADORA DO AMOR!”.

    Meu amigo deve ler o diário para rir. Mas prometo pegar com ele e te passar as melhores partes.

    Além disso, há uns anos, encontrei uma carta de despedida da minha irmã. Sim, poderia ter sido trágico, mas foi cômico porque ela só era mimada mesmo.

    Dizia que ela tentou conquistar a família, mas que eu “com este jeitinho sonso e falso” tinha conquistado e não havia sobrado espaço para ela… Juro, é hilário, ela dá detalhes do que vai fazer (se suicidar ou fugir) e pede: “POR FAVOR, NÃO QUEIMEM MEUS URSOS! Foi com eles que dividi meus melhores momentos…”.

    Tenho pensado num post para esta relíquia, mas cedo-a para sua interpretação também… Quando passar tudo para o pc te aviso!

    beijo!

  51. Isabella,
    vou ficar MUITO feliz se você compoartilhar isso comigo. Sério, eu vou dar MUITA risada. É engraçado pensar COMO AS CRIANÇAS PENSAM né? O que se passa na cabecinha das pequenas. E quando você me mandar, se der, manda escaneado? Preu ver a letrinha e os detalhes? Gosto de analisar isso também!

    Beijos TROTEADORA DO AMOR.

  52. Olá!

    Estou selecionando páginas de diários, pois sou professora e estou trabalhando o gênero com eles… posso mostrar o seu?

    Se puder, escreve para eles um recadinho, falando da importância disso na sua vida?

    bjks

    Quel (raqueldonega@globo.com)

  53. nooossa! mto bom o post… ha mto tempo nao lia um post tao grande com tanta satisfação… axo q tda menina fazia essas coisas ne… rs e o melhor… esse video foi perfeito… imagina se todos os meninos q nos gostamos tb gostavam da gnt?! q doido! ahaha…
    mto bom o blog! adorei!
    sucesso!
    bjo! =)

  54. Pingback: Querido Diário… « Loucuras da Mente de um Biscoito

  55. Adorei. kkkk Eu tenho alguns diários da adolescência, mas tenho total vergonha deles. hahahah

  56. Pingback: 2010 < 2011 | Loucuras da Mente de um Biscoito

  57. Elea

    Oi!
    Cheguei neste post pelo outro, 2010<2011 e ADOREI!!!!
    Eu era tão ou mais intensa que vc na infância…. Eu chorava horrores pq os meninos q eu gostava não gostavam de mim (quer dizer, eu achava que não, nunca perguntei…). Só que os meus amores duravam um pouco mais…
    Quanto aos diários, tive alguns, mas nunca consegui manter uma regularidade… sempre acabava esqucendo e, quando ganhava um novo esquecia do antigo… Não tenho a menor ideia de onde eles foram parar…
    Lembro que uma vez o menino que eu gostava leu um pedaço do meu diário que falava que eu estava dividida entre ele, um outro da nossa turminha e um da escola… Eu tinha uns 10 anos e ele uns 14… Não sabia onde enfiar a cara!!!!
    Essas coisas são tão engraçadas de se lembrar….

  58. Záfia

    acabei de descobrir seu blog dps q vi seu post no Mão Feita e dps de ter lido não mais que 4 posts seus já me apaixonei pelo seu blog!!!!!

  59. Pingback: missgloss.com.br » Blog Archive » Querido diário

  60. Débora Moraes

    “…olha que nem é da vida, é do coração!” HSUAHSUAHUSHAUSHUAHSUAHUSHAUSHAUHSUAHSU juro que eu to rindo horrores; vc devia ser a Laurinha (Carrossel), desde criança movida pela amor, imagina esses meninos lendo isso hoje em dia? É p/ rolar no chão de tanto rir! Simplesmente demais, um stand-up da vida real. E as mudanças de assunto do nada?! Mas sempre voltando p/ assunto principal “Os amores da minha vida” hahahahahahaha Vc parece muito com minha amiga, encontrando o amor da vida a cada esquina! Adoro esse blog, demorei demais p/ conhecer, mas agora não paro de ler!

  61. nossa muito legal
    gostei muiito

  62. Pingback: Querido Diário… — Biscoitices

  63. Pingback: 2010 < 2011 — Biscoitices

  64. Que lindo os seus diarios de criança
    eu tinha diarios na 4° serie, mas eu nao conseguia escrever todos os dias, então me irritei um dia e joguei fora. Mas era bem parecido com esse, eu gostava de um menino por dia e naquele dia ele era o amor da minha vida. Posteriormente eu passei a escrever de verdade em um diario a partir da época que eu dei o meu primeiro beijo e escrevo até hoje, seis anos depois

  65. thais Wenia

    Que bonitinho! eu tbm tenho os meus diarios ,e eu gosto de lêe todos eles enfim é muitoo fofinho! rsrsrsrsrsrs….
    [Thais wênia!]

  66. Julia sampaio

    ai que fofuuuu mais a cada dia paixonada por outro??? meu deus kkkkkkk
    escreve mais por favor

  67. Owwwwn,eu era assim tbm!
    kkkkkkkkkkkk
    Eu estou começando a escrever agora e queria dicas.Me pasdsa seu e-mail???
    O meu é beatriz-nayra@hotmail.com, queria que vc me enviasse o resto das folhas!
    *-*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s